MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Pageviews 2020: 6745639
Pageviews 2019: 4355776
Pageviews 2018: 4296564
Pageviews 2017: 4351543
Pageviews 2016: 3991973
Pageviews 2015: 2675433
Pageviews 2014: 2664208
Pageviews 2013: 2399409
Pageviews 2012: 3209633
Pageviews 2011: 2730038
Pageviews 2010: 1470924
Pageviews 2009: 64608

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Software Asset Management (SAM) com System Center Configuration Manager

Na área de software de terceiros da Dell sempre lidamos com a necessidade do gerenciamento de ativos, chamado tecnicamente de SAM, Software Asset Management ou Gerenciamento de Ativos de Software.

Antes de falarmos sobre como utilizar o SAM é importante entender a diferença de um SAM para um inventário, funcionalidade mais comum e simples do System Center Configuration Manager.

Enquanto o inventário é apenas um levantamento do software instalado nas maquinas (desktops e servidores), o SAM envolve um trabalho intensivo com os dados do inventário. Em termos simples, o SAM é a análise dos dados coletados por alguém que conhece de licenciamento para indicar as melhores práticas visando redução de custos.

Como exemplo de um SAM eficiente podemos citar consolidação de banco de dados, virtualização e transformação de produtos on-premisse para cloud.

Detalhes de ferramentas, exemplos de SAM consultivos baseado em Use Case podem ser visto no link principal da Microsoft https://www.microsoft.com/sam

Na maioria dos casos utilizamos o MAP (Microsoft Assessment Planning and Toolkit) para fazer o inventário, mas quando o cliente tem o System Center Configuration Manager (SCCM) instalado o processo é muito mais simples, pois os dados já estão prontos.

A maior vantagem do SCCM sobre o MAP é o fato do MAP ser uma ferramenta passiva baseada em on-shoot, além de fazer a pesquisa por protocolos de rede. O SCCM tem o agente ativo e gera dados muito mais completos como o Software Metering e Asset Intelligence com relatórios importantíssimos sobre uso de software.

Durante as próximas semanas irei montar uma série de artigos com dicas de uso e regras de SAM com o SCCM, com os tópicos:

Vamos falar de licenciamento e SAM!

Posted: mai 04 2016, 02:43 by msincic | Comentários (3) RSS comment feed |
  • Currently 4,5/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Nova Feature do System Center Configuration Manager 1511–Atualizações e Updates

O que é o SCCM 1511 e quando sairá o SCCM 2016?

Antes de falar sobre esta nova feature, é bom lembrar que agora o SCCM não tem mais o ano como versão (2007, 2012, etc) e será como o Windows 10 utilizando um build e atualmente estamos no 1512 em RTM (não teste).

Essa é uma boa noticia, pois acabam os conceitos de versão que dificultam no licenciamento e manutenções. Melhor ainda com a nova feature que falaremos agora.

O que é o Update and Servicing?

Uma das novidades envolvendo o System Center Configuration Manager 1511 é o console de atualizações “Update and Servicing”.

Esta nova funcionalidade podia ser antes complementada com essa feature (http://www.marcelosincic.com.br/post/Configuration-Manager-Servicing-Extension-para-SCCM-2012-SP1-e-R2.aspx), mas agora ela evoluiu.

A partir desse novo item na console é possivel saber em qual versão está o Build em produção e fazer o download e instalação como se fosse o Windows Update para o SCCM.

No exemplo abaixo é possivel ver que baixei o update do 1511 para o 1512 sem qualquer tipo de intervencão durante o download e instalação, aliado ao fato dele automaticamente fazer o rollback em caso de falha:

capture20151228084903677

É interessante notar que agora é possivel fazer o download de atualizações apenas de features no item do Update and Servicing, o que não era possivel até o SCCM 2012 R2.

Com essa novidade aliado ao fato de não termos mais o versionamento complexo, será muito mais fácil dar manutenção no SCCM!

Posted: mar 24 2016, 20:05 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

System Center Configuration Manager 1511–Alterar “Evaluation’'”

É comum ao instalar o SCCM em suas diversas versões deixar para colocar a chave depois da avaliação.

Porem, na versão 1511 lançada no final de Novembro a opção comum a ser usada não funciona mais, ou seja, usar o Setup na opção “Perform site maintenance or reset this site”:

capture20151228100520008

Porem, note que não aparece a opção para incluir a chave de instalação:

capture20151228100528113

Esse “problema” muito provavelmente seja um bug ou por alguma intenção ainda não definida após 60 dias o SCCM 1511 passa a não mais dar a opção de usar a chave.

Para reabilitar, é importante saber que o problema é uma alteração na chave HKLM\Local Computer\Software\SMS\Setup onde o Product ID é alterado para “NONEVAL”, o que impede a inserção da chave posterior a instalação:

capture20151228100459536

Para resolver esse problema, basta alterar de “NONEVAL” para “EVAL”, fechar o Regedit e executar novamente o Setup:

capture20151228100558721

Voilá!!!!  Agora podemos incluir a chave!

Posted: dez 28 2015, 12:24 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Utilizando Ferramentas Dell com o SCCM

A Dell possui duas ferramentas muito interessantes para integrar com o SCCM.

A primeira é o Dell Command | Configure que permite criar executáveis para configurar os desktops e notebooks da empresa. Disponível em http://en.community.dell.com/techcenter/enterprise-client/w/wiki/7532.dell-command-configure

O segundo é o Dell Command | Warranty que traz online os dados de garantia, atendimento e compra de cada equipamento registrado no SCCM. Disponivel em http://en.community.dell.com/techcenter/extras/m/mediagallery/20441033/download

Dell Command | Configure

É necessário nas empresas ter a segurança padronizada, opções especificas nas maquinas ou padronização de recursos. Por exemplo, habilitar o PXE, TPM, senha de alteração de BIOS, ordem de boot, opções de economia de energia, desabilitar recursos do HW (placas, USB, eSata) e qualquer outra opções existente no BIOS.

Essa ferramenta é muito simples de instalar e utilizar, como pode ser vista a tela principal do console de criação das configurações, sendo as opções:

  • Criar um pacote para qualquer equipamento, o que pode ter opções não existente em todos os equipamentos da empresa
  • Criar um pacote com base no equipamento local, onde apenas o que é do modelo que está sendo usado para o console aparece, util quando todos os equipamentos são padronizados
  • Abrir um pacote já criado para editar ou clonar
  • Histórico dos pacotes criados, editados e exportados

Dell Command-1

Para iniciar a criação de um pacote basta clicar no botão Edit e selecionar a opção desejada:

Dell Command-2

Neste caso configurei a ordem de boot das maquinas para evitar que seja utilizado o DVD ou USB como boot principal. Note que no console temos o botão Add Device que possibilita configurar todos os tipos de device, na ordem desejada.

Dell Command-3

Após as edições, basta clicar no botão Export Config para salvar o pacote com o objetivo de depois poder alterá-lo ou Export .EXE para gerar o executável e o arquivo sh que contem os metadados para ser importado no SCCM:

Dell Command-4

Dell Command-5

Logo após gerar o executável, o próximo passo é no console do SCCM usar o botão Import Dell Command | Configure Package como a imagem abaixo mostra. Importante lembrar que as duas pastas dentro de Packages são criadas pelo instalador:

Dell Command-6

Uma vez criado o pacote, salvo o executável e importado para o SCCM o processo é como qualquer outro pacote, fazendo o Deploy para as coleções que deseja configurar o BIOS.

Dell Warranty

Ao baixar e instalar o Dell Warranty ele cria um atalho que abre a janela de comando, já que a ferramenta não tem interface gráfica da Dell. Abaixo inclui o link da ferramenta gráfica da Microsoft disponível na biblioteca TechNet:

Iniciar

Dell Warranty

Note na janela acima que o primeiro comando serve para indicar onde estão os dados do SCCM, por meio do banco de dados. Abaixo o comando DellWarranty-CLI faz o link para o banco de dados do SCCM:

Dell Warranty-1

Na sequencia já podemos pedir para o utilitário com o comando DellWarranty-CLI trazer todos os dados de garantia, como a imagem abaixo demonstra com o resultado em CSV:

Dell Warranty-2

Pode ser visto o nivel de detalhes, como tipo de compra, modelo completo, garantia, tipo de garantia e atendimento, etc.

Com a ferramenta Dell Warranty Extension disponivel em https://gallery.technet.microsoft.com/Dell-Warranty-Status-20-ae67cc13 é possivel ver estes dados clicando com o botão direito no equipamento:

image

Posted: ago 03 2015, 17:14 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

System Center Technical Preview (vNext) – Features Removidas

Já a algum tempo que temos disponíveis para download as versões preview do System Center, e uma pergunta que em enviam com freqüência é sobre o SCCM e o AppController.

Onde está o SCCM TP?

Primeiro tratamos do Configuration Manager (SCCM). Apesar de fazer parte da família (suite) de produtos System Center, o SCCM é tratado por um grupo separado. Enquanto o grupo de Program Managers de CDM (Cloud and Datacenter Management) cuida da inteira suite, o SCCM está debaixo do grupo de Enterprise Client Management já que está mais ligado a camada cliente do que servidores e operações de TI como os outros produtos.

Sendo assim, o SCCM não está ainda disponível na versão Technical Preview.

AppController

Agora vamos falar do AppController. Esta ferramenta é uma que particularmente eu gostava muito (http://www.marcelosincic.com.br/search.aspx?q=appcontroller), pois integra a administração do ambiente privado (via VMM) com o ambiente público no Azure, permitindo utilizar os mesmos templates e uma única ferramenta administrativa.

Na versão vNext do System Center ele será descontinuado, e o motivo é que poucas empresas utilizaram o AppController para gerenciar ambientes híbridos, usando o AppController como portal de auto-atendimento.

Com o lançamento do Windows Azure Pack (WAP), os principais clientes do AppController passaram a ter uma ferramenta de auto-atendimento muito mais robusta e completa para IaaS, PaaS e SaaS (AppController só fornecia IaaS).

Server App-V

Abordei esta ferramenta no passado (http://www.marcelosincic.com.br/post/Virtualizacao-de-Aplicacoes-de-Servidores-com-o-Server-App-V-do-VMM-2012.aspx) e sua funcionalidade sempre foi pouco utilizada.

Com a telemetria de uso e pesquisas da Microsoft constatou-se que os clientes utilizam muito mais templates com as aplicações e softwares instalado do que o seqüenciamento de aplicações/serviços.

Baseado neste baixo uso e duplicidade de maneiras de embutir aplicações, a Microsoft decidiu pelo mais econômico que é descontinuar o desenvolvimento.

Outras Remoções

Existem ainda alguns outros itens, mas são menos relevantes e óbvios, como por exemplo, versões mais antigas de vCenter e Xen.

Todas as remoções estão disponíveis em https://technet.microsoft.com/en-us/library/dn806370.aspx

Login