MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Pageviews The process cannot access the file 'D:\home\site\wwwroot\Visitas2.xml' because it is being used by another process.
Pageviews 2019: 4355776
Pageviews 2018: 4296564
Pageviews 2017: 4351543
Pageviews 2016: 3991973
Pageviews 2015: 2675433
Pageviews 2014: 2664208
Pageviews 2013: 2399409
Pageviews 2012: 3209633
Pageviews 2011: 2730038
Pageviews 2010: 1470924
Pageviews 2009: 64608

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Forçando a Reinstalação do Cliente do SCCM 2007

Em certos casos a reinstalação do cliente do SCCM 2007 pode ficar comprometida, principalmente quando houve uma clonagem ou o computador foi renomeado e não reporta mais corretamente. Nestes casos o cliente não se instala e é necessário seguir alguns passos.

SINTOMA

Após renomear ou clonar uma maquina o SCCM não reporta a nova maquina ou duplica na lista de sistemas.

É bom lembrar que para saber se realmente temos um problema precisamos esperar o periodo completo de DDR executado pelo Heartbeat Discovery. Este periodo é onde o cliente envia um status completo DDR (Discovery Data Record).

Nestes casos tentamos desinstalar o cliente e reinstalar, porem o processo “ccmsetup” trava e não executa nenhuma tarefa, estacionado pelo Task Manager sem qualquer atividade.

CAUSA

O SCCM identifica um cliente não pelo seu nome mas sim pelo seu ID (coluna Record ID no banco de dados). Nestes casos vários clientes estão com o Resource ID causando este comportamento anomalo.

Ao desinstalar um cliente que no passado já esteve operacional e reportou inventários, os dados continuam na maquina local para execução rápida (delta) nos inventários seguintes. Desta forma, algumas configurações passadas ainda estão presentes e o instalador acaba por ficar inativo.

SOLUÇÃO

Siga uma sequencia de passos para limpar dados anteriores e fazer uma nova instalação:

  1. Vá no Task Manager e derrube o processo CCMSETUP.EXE que está em execução
  2. Abra o Explorer e apague os diretórios CCM e CCMSETUP que estão no Windows\System32. É possivel que ocorra um erro ao deletar os diretório acusando que estão em uso, reinicie a maquina e delete o diretório
  3. Delete o arquivo SMSCFG.ini no diretório Windows, bem como o conteudo do diretório Windows\MS\SMS
  4. No console do SCCM delete as maquinas que estão com problema
  5. Execute as tarefas de discovery manualmente e aguarde que as maquinas apareçam no console novamente
  6. Quando as maquinas reaparecerem basta instalar o cliente manual ou mesmo em modo Push

Em alguns casos nem isso resolverá. Se continuar reportando em maquinas erradas compare os arquivos Windows\SMSCFG.ini das maquina e verifique se o SID do AD é o mesmo nas duas. Se este for o caso, o unico jeito é reinstalar. Isto acontece porque foi feito uma clonagem da maquina sem executar antes o SYSPREP ocasionando duplicata de SIDs o que geram para o SMS um mesmo GUID.

Posted: mar 18 2011, 15:06 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Console do SCCM 2007 não conecta ao banco de dados

Este erro acontece com frequencia em clientes, então achei por bem definir o motivo e a solução.

SINTOMA

Ao tentar abrir o console do SCCM você recebe a mensagem abaixo.

image

CAUSA

Normalmente isso acontece porque o usuário atual não é o mesmo que fez a instalação do SCCM. As permissões no SCCM são granulares e não integradas ao AD, portanto ser um Domain Admin não irá dar permissões ao SCCM.

SOLUÇÃO

Entre com o usuário original que efetuou a instalação do SCCM, vá no menu “Security Rights” –> “Users” e crie um novo usuário nas permissões pedindo para copiar as permissões do atual administrador, como a imagem abaixo.

image

Voilá !!!!!   Agora seu usuário conseguirá acessar normalmente.

Posted: mar 15 2011, 17:00 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Novos Tablets no Mercado

Na semana passada foi anunciado o tão aguardando iPad 2, porem o que vimos em Seattle, WA não era o iPad fazendo tanto sucesso e sim o Kinect e o Inspiron Duo. Também havia o tablet da Asus mas o valor era bem maior que o iPad e o Duo.

 

O que foi possivel ver é que os tablets entraram forte agora no mercado e os notebooks estão se transformando. Ver o Ballmer andar de um lado pro outro no palco no Keynote com um destes tablets e depois falar e demonstrar o equipamento (era um Asus) deixou bem claro as escolhas do mercado profissional.

Como trabalho na Dell, posso falar sobre o lançamento da empresa nesta linha, o Inspiron Duo. O equipamento é fantástico !!!  Veja o video

Executando Windows 7 Home Premium e com a nova geraçao de processadores Intel Atom Dual Core, acompanha 2 GB de memória e um disco de 250 GB (note que de 7.200 RPM).

Equipamento Processador SO Memoria Vantagens Desvantagens Preço
Inspiron Duo Intel Atom Duo N520 Windows 7 Home Premium 2 GB RAM / 250 GB de disco (7200 RPM) É um note, com teclado e todos os recursos normais para trabalho A bateria é de 27W e pesa 1,5Kg.
Não possui 3G mas pode conectar com modem USB

R$ 1.899

U$ 549 (EUA)

iPad 2 ARM Apple A5 iPhone OS 4.3 16 a 64 GB Leve, bateria de aprox. 10 hr e 3G Não permite conexão com equipamentos de mercado, não tem teclado nem apoio para uso como estação de trabalho

R$ 1.599 (iPad 1)

U$ 499 (EUA)

E ai, ainda tem dúvidas de qual vai comprar?    No meu caso, com certeza escolheia o Duo, e posso dizer que não é tendenciosa !!!!

Ah, e o melhor. O Inspiron Duo já está a venda no Brasil http://www.dell.com.br/InspironDuo

Posted: mar 11 2011, 17:38 by msincic | Comentários (2) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Hardware | Outros

Intel vPro Segunda Geração

Em um webcast já havia comentado os recursos que o vPro agrega (clique aqui) mas agora temos novos recursos agregados a partir dos próximos processadores.

image    image

Vamos recapitular algumas informações. Como comentado no post anterior, alguns dos recursos do vPro são já velhos conhecidos como o Turbo Boost, Hyper-Threading e Intel VT para virtualização. Na primeira versão foram incluidos os recursos de KVM que permitem captura remota de tela, o AMT que permite manipular o BIOS da maquina a distancia e outros recursos.

A adição da segunda geração de recursos vPro estão nos processadores para Core i5 (Especificações) e Core i7 (Especificações). Segue um resumo destes novos recursos:

  • Intel® AES-NI (http://software.intel.com/en-us/articles/intel-advanced-encryption-standard-instructions-aes-ni/)
    Recurso que acelera processos de criptografia de dados, principalmente o BitLocker do Windows 7 e Windows 2008 R2.
    É um recurso transparente para o usuário, pois é realizado por softwares como o McAfee, Windows BitLocker e outros.
  • Intel® AT (http://antitheft.intel.com/welcome.aspx)
    Sigla de “Anti-Theft Technology” faz um mapeamento da localização fisica do computador, permitindo que se enviei uma instrução pela internet travando totalmente o computador. Isso inutiliza o equipamento, protegendo os dados sensiveis.
    Porem, é importante notar que será necessário ter um software especifico que tenha suporte a esta tecnologia. Veja no link do AT quais são os monitores e os modelos de computadores que possuem a tecnologia.
  • Intel® InTru™ 3D e Quick Sync Video (http://www.intel.com/technology/visualtechnology/index.htm)
    Novas tecnologias na placa de video onboard destes processadores com suporte a 3D embutido, alem de um acelerador gráfico potente que dispensaria o uso de placas offboard para realização de videos e trabalhos visuais.
    Não se trata de um recurso novo por sí só, mas acelera as funções da placa Intel HD embutida nesta geração de processadores.

Caso queira procurar em detalhes os processadores e os recursos disponiveis veja o link http://www.intel.com/products/core_vpro/index.htm com o resumo tanto das features que já existiam como as novas com muitos links detalhados.

Resumo: Com estes novos recursos a Intel consegue criar um processador quase que monolitico em termos de segurança e usabilidade. A placa de video onboard agora tem resolução e capacidade para manipulação de ambientes gráficos complexos. Os novos recursos são imagináveis apenas para softwares que podiam ser utilizados, porem em caso de formatação de nada adiantaria e agora estamos falando de travar o processador fisicamente inutilizando o equipamento, alem de permitir localizá-lo se integrado com o GPS do computador (quando disponivel).

Posted: mar 07 2011, 15:44 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Hardware

Removendo Project Server 2010 Applications no SharePoint 2010

Um erro comum é remover a Site Collection de um PWA sem fazer isso pelo gerenciador de aplicações. Normalmente quem incorre neste erro tem vários problemas depois, o PWA não abre mais e algumas vezes não é possivel criar novos PWAs.

Causa

Ao deletar a Site Collection diretamente foi removido o ponteiro na Web Application, porem para o serviço de dados do Project Server ainda consta um PWA com o banco de dados intacto.

Sintoma

Ao tentar agora deletar corretamente pelo “Manage Service Applications” ocorre o erro:

“Service application cannot be deleted due to existing project sites”

Tela1

Solução

Entre no SharePoint 2010 Management Shell e execute a seguinte sequencia de comandos:

Get-SPServiceApplication
$ID_App = Get-SPServiceApplication | ? {$_.Displayname -like "Nome da Aplicação"}
$Colecoes = $ID_App.SiteCollection
$Colecoes
$ID_App.SiteCollection.Remove("22ffa7a9-17f1-4801-b648-cc7e1dbe2183")

O primeiro comando lista todas as aplicações encontradas e entre elas as do PWA. É possivel criar um filtro para o like, similar ao segundo comando. Ou se você já conhece o nome da aplicações coloque diretamente na segunda linha.

O segundo comando captura o ID da aplicações e o terceiro utiliza este ID para trazer a lista de Site Collections vinculadas ao PWA.

O quarto comando lista o resultado da variavel $Colecoes para que você posso ler o ID da Site Collection que é inserido no ultimo dos comandos.

Após isso, rode novamente os comandos 3 e 4 até que não retornem mais nenhum Site Collection, apesar de que o PWA costuma ser um unico SC.

Veja abaixo os prints completos, de cada estágio:

Tela2

Tela3

Tela4

Tela5

E não se esqueça que não será deletado os bancos de dados no SQL Server, o que deve ser feito manualmente antes de se criar uma nova aplicação para o servidor de PWA.

Posted: fev 24 2011, 18:02 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Sharepoint | Project Server
Login
Marcelo de Moraes Sincic | All posts tagged 'wmic'
MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Pageviews 2020: 7503260
Pageviews 2019: 4355776
Pageviews 2018: 4296564
Pageviews 2017: 4351543
Pageviews 2016: 3991973
Pageviews 2015: 2675433
Pageviews 2014: 2664208
Pageviews 2013: 2399409
Pageviews 2012: 3209633
Pageviews 2011: 2730038
Pageviews 2010: 1470924
Pageviews 2009: 64608

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Tarefas e Configurações de um Server Core com WMIC

Continuando a falar sobre as dificuldades que muitos encontram ao administrar um Windows 2008 Server Core, vamos falar um pouco sobre o WMIC (Windows Management Instrumentation Command-Line).

Este é um comando que abre um console para administrar todos os recursos WMI disponiveis, o que inclui praticamente todo o ambiente do Windows.

Para acessá-lo use o command prompt e chame o WMIC:

image

Para conhecer todos os comandos digite “/?” e verá os switchs de formatação e saida e na sequencia a lista de comandos possiveis.

Seguem alguns exemplo de comandos disponíveis:

  • PRODUCT – Lista todos os programas instalados
  • QFE – Listar os updates instalados na maquina
  • SHARE – Listar os diretórios compartilhados
  • PROCESS – Lista os processos em execução (similar ao Task Manager)
  • NICCONFIG – Administrar as placas de rede, IP, etc.

Qualquer um destes comandos e subcomandos podem ser consultados com “/?”:

 image

O exemplo acima mostra como habilitar o DHCP em uma placa por utilizar “NICCONFIG CALL ENABLEDHCP”, ou então colocar o IP do DNS usando “NICCONFIG CALL ENABLEDNS(<IP>)”.

IMPORTANTE: Assim como o NETSH os comandos do WMIC podem ser executados em linha, o que o torna uma interessante ferramenta para uso em scripts.

Faça um teste agora mesmo e utilize esta interessante ferramenta que também está disponivel desde o Windows XP e também no Windows 7 e Windows 2008 em instalação normal (GUI).

Posted: mai 12 2011, 00:04 by msincic | Comentários (1) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Login